sexta-feira, 8 de julho de 2011

Músicas que detonaram em filmes - parte 1

Por Rafael



Uma coisa que presto muita atenção em filmes é a trilha sonora. Não sou bom pra decorar nomes de artistas ou diretores, aliás, sou péssimo. Acho que, muitas vezes, uma boa música salva algum momento do filme. Fiz aqui uma lista de momentos marcantes por causa da música. Não é um top 10, nem está em ordem de significância. É apenas uma lista.




O Exterminador do Futuro 2: You Could Be Mine - Guns and Roses


Esse filme vi no cinema, com um amigo que era fissurado em Gn'R. A gente se divertiu muito quando a música tocou e o robô tira a arma de dentro da caixa e as rosas caem. Achei uma baita homenagem do diretor ao grupo.







Star Trek: Sabotage - Beastie Boys


Por muito tempo curti os Beastie Boys. As músicas são hilárias e os clipes, mais ainda. Sabotage é uma música pesada e bem marcante. Explodiu no tempo que a MTV ainda era "M"TV.







Highlander: Prince of the Universe - Queen


Highlander, por mais que muita gente hoje critique, foi um baita filme e marcou muito. Eu achei a história incrível e o cenário também. Queen é uma banda clássica. Não tem quem não goste. Acho que sempre tem uma música do Queen que se encaixe em todos os filmes.







Predador: Long Tall Sally - Little Richard


Predador é outro clássico, que marca a cada cena. O filme  começa no melhor estilo Platoon, bem americano, com um helicóptero porrada, cheio de caras porrada, meio "grupo de RPG", com um índio, um técnico, um armado até os dentes e outro louco mascando fumo. Nada melhor pra ambientar a cena que um dos mais populares rock dos EUA. Little Richard é incomparável.








Matrix: Wake up - Rage Against The Machine


Aqui tem um bom exemplo de emprego da música como um todo. Wake  up (acorde) se encaixa perfeitamente no contexto do filme. A ordem é despertar e nada poderia ser mais icônico que a música dos revolucionários RATM, com Zach de la Rocha encabeçando o grupo. A banda, ativista e ávida no combate ao controle capitalista acabou emprestando seu discurso para Neo. Achei muito boa essa parte.








Shrek: Immigrant Song - Led Zeppelin


Por último, porém não menos importante, Immigrant Song no Shrek. Quem me conhece sabe o quanto sou fã do Led Zeppelin e, quando vi o grito do Robert Plant no desenho, não sabia se ria ou chorava de emoção. O rockzinho da música é clássico, pesado e a leta foi escrita por Plant enquanto ele lia O Senhor dos Anéis, em uma turnê na Escandinávia. Ela é uma das músicas mais legais pra mim, fala de vikings e batalhas épicas, além do tom grave da guitarra, que é o que mais curto no Led Zeppelin. Alguns trechos são de arrepiar:  We come from the land // Of the ice and snow // From the midnight sun // Where the hot springs blow // The hammer of the gods // Will drive our ships to new lands // To fight the horde, singing and crying // Valhalla, I am coming... Foi a principal cena do Shrek pra mim.







A parte 1 foi essa... Alguma sugestão pra 2?

23 comentários:

  1. 3 rapidíssimas:
    John Travolta e Uma Thurman dançando em Pulp Fiction ao som de Chuck Berry.
    Rocky Balboa treinando ao som de Eye of Tiger em Rocky 3, é cafona, é datado, é anos 80, é Rocky Balboa.
    E o monolito com os macacos urrando ao som de Assim Falou Zaratustra, 2001.

    Bônus: Os Bons Companheiros, do Martin Scorcese, Ray Liotta olha para a câmera, pondera sobre sua própria vida f*dida, entra a tela preta com os créditos e a música "My Way" na entonação sarcástica do Sid Vicious.
    É um daqueles momentos de contexto tão redondinho que nenhuma outra música seria melhor ou teria o mesmo resultado.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com todas estas "músicas certas em momentos exatos" que tu postou aí, chefia.
    Tem algumas que você simplesmente se pergunta como que deram tão certo, como Beastie Boys em Star Trek!
    J. J. Abrams com certeza deu a cara a tapa quando insistiu nessa música.
    E acertou em cheio.
    Eu citaria ainda a mega clássica cena de Apocalipse Now em que os caras inventam de surfar em meio ao bombardeio, ao som da Cavalgada das Valquírias de Wagner (o responsável por muita gente achar que capacete de viking tinha chifrinho).
    E a também clássica cena do De volta para o Futuro, onde Marty Mcfly tem de voltar para o presente,enquanto o Dr. Brown tenta conectar os fios, ao som da trilha sonora que ajudou a imortalizar o filme.
    A cena em que o Al Pacino dança em Perfume de Mulher também ficou demais.
    Eu também gelei na cadeira quando ouvi o sonzaço do Led Zeppelin no Shrek 3...
    É certo que existem muitas outras músicas marcantes, mas no momento só lembrei destas.

    ResponderExcluir
  3. Iron Man em Iron Man!

    ResponderExcluir
  4. Eu lembro da música do Tem da Alegria sobre o He-Man... "Eu tenho a força, sou invencível, somos amigos, unidos venceremos a serpente do mal...Lalalalalalalalalal...lalalalala. He-Man".
    Pena que os produtores não utilizaram esta linda canção no desenho.
    Agora, falando sério, lembro da música Raindrops Keep Falling On My Head, de Burt Bacharach e Hal David do clássico, "Bucht Cassidy e Sundance Kid", com Paul Neyman e Robert Redford.

    ResponderExcluir
  5. boa seleção!
    também gosto de quando toca iron man em iron man, no fim do filme, e da cena do primeiro duro de matar quando toca a nona sinfonia de beethoven. também foi uma associação que eu não teria imaginado.
    abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafael! Gentem, eu preciso dizer que sou a pessoa mais tosca ever... vc acredita q eu NUNCA TINHA ME LIGADO na arma com as rosas do Terminator??? Quando li sua citação acima eu disse "aaaaah é"... :) t - o - s - c - a.
    Concordo com tua lista. Concordo tb com A Caminhada das Walkirias no Apocalipse Now e o Iron Man. E sugiro menção honrosa ao Cisne Negro que é todo trilha sonora... beijo otro xau!

    ResponderExcluir
  7. Ah! Lembrei de mais um sensacional: Hard Sun, no filme A natureza selvagem!

    ResponderExcluir
  8. Trilha sonora é fundamental numa produção cinematográfica. Tarantino, por exemplo, faz da música um personagem importante de suas histórias.

    Os clássicos da sessão da tarde também não teriam o mesmo charme com trilhas sem a mesma perfeição.

    ResponderExcluir
  9. Oi pessoal!
    Muito boa a seleção das trilhas. Lembrei agora do Al Paccino no Perfume de Mulher, na cena com o tango Por una Cabeza, mas ao contrário dessa seleção, a música nesse caso era como se fosse um personagen atuante na cena, até porque tinha a dança!

    Jacques, brigadão por estar sempre por lá!
    Espero que apareça este meu comentário. Não sei se meus comentários estão sendo publicados certinho!
    Abração a todos!

    Humoremconto
    http://anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Verdade.
    Imaginem os filmes velho oeste espaguete do Sergio Leone (Por um Punhado de Dólares, Era uma Vez no Oeste, Três Homens em Conflito) sem a trila do Enio Morricone.

    ResponderExcluir
  11. Eu me lembro da Xuxa cantando a música do Rambo. "Rambo, Rambo, Rambo, ô-ô-ô-ô, Rambo, Rambo, Rambo, o importante da vitória é acreditar" (seja lá o que isto queira dizer...).

    Uma apresentadora de programa infantil gravando uma canção para, sei lá, o segundo maior sociopata genocida da história do cinema... ahhh quando digo que os anos 80 foi a infância mais testosterona de todos os tempos o pessoal discorda....

    ResponderExcluir
  12. As trilhas italianas são um capítulo à parte. Eu tenho um velho disquinho com trilhas de western, coisas como The Magnificent Seven, Johnny Guitar, mas o grande destaque são as trilhas do Morricone, que ao lado do John Willians, do Nino Rota e do Danny Elfman (cada um dentro do seu estilo, óbvio) para mim são os grandes gênios das trilhas sonoras.
    Outra baita trilha do disco é a do Django.

    ResponderExcluir
  13. Em tempo, no filme do Motoqueiro Fantasma, a ÚNICA coisa que eu gosto naquele filme é a regravação da balada country "riders in the skys", no filme, adequadamente regravadas como "Gosth Riders in the Skys" (pena que a música soa quando o Nic Cage no finalzim do filme está rodando pela estrada e dá aquela piscadela pro espectador, argh! argh!argh!meus olhos!).

    A trilha do Danny Elfman pro filme do Hulk do Ang Lee também é ótima, soa como algo do Bernard Hermann nos anos 50.

    ResponderExcluir
  14. Essa de colocar Led Zeppelin no Shrek foi genial. É uma música e tanto. Fiquei curiosa para ver 'The Girl with the Dragon Tattoo' só de ouvir o cover de Immigrant Song no trailer...

    ResponderExcluir
  15. Musica que faz a diferença é isso aqui:

    http://www.youtube.com/watch?v=KaqC5FnvAEc&feature=player_embedded

    O resto é conversa pra boi dormir!

    ResponderExcluir
  16. Doce de melancia... hum, não me lembro se minha vó fazia esse! É bom é??? Vou atrás pra descobrir!
    Cisne Negro é intenso, eu gostei muito. Saí do cinema aos prantos de tão "mexida". Na natureza selvagem é meio moroso, mas tem uma fotografia muito linda, e a trilha é sensacional. Vale por isso!
    Obrigada por ler o blog todim! Puxa, acho que nem eu li ele todim!!! :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Eu pensei que ias falar dessa música que tu aparece cantando

    http://www.youtube.com/watch?v=gM0nYSdaWDY

    ResponderExcluir
  18. huahauahauhauha
    Putz... É igual
    hhahahahahahahh

    ResponderExcluir
  19. É verdade, Marco...
    E eu que achava ele parecido com o cara do filme Zero Charisma!
    Hhahahahahha!
    Ahn,,, Domênico... Foram eles que começaram, viu?
    Eu só aproveitei o vácuo...

    ResponderExcluir
  20. Apareceu meu comentário!!!!!!!!!!! Iahuuuuuuuu!!!! rsrsrsr
    Não estava lendo ele não!
    Pessoal, quero agradecer a presença do Jacques por lá!

    Jacques, seguinte, viu te deixar dois links que entram direto nos 2 últimos artigos que publiquei no Diário Popular semana passada:

    Perdidos no Espaço:
    http://www.diariopopular.com.br/site/content/noticias/detalhe.php?id=8&noticia=39096

    Doce alma de Pelotas:
    http://www.diariopopular.com.br/site/content/noticias/detalhe.php?id=8&noticia=39236

    Se quiserem ler. Caso queiram me adicionar no Facebook, estou pelo nome de Ana Cecília Romeu.

    Brigadãooo pela presença por lá!
    Ah! Legal o designer novo, gostei mesmo!

    Beijos a todos!

    Humoremconto
    http://anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Caralho meu, o Sady é o Domênico 2099.

    ResponderExcluir
  22. eu sempre lembro do exterminador do futuro com a do Guns, sempre haha

    ResponderExcluir
  23. [...] do MDF1 e do MDF2 (agora pareci um estadosunidense abreveando expressões grandes), resolvi ir atrás das [...]

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...